Articles

6 ferramentas para Twitter e Instagram para auxiliar no gerenciamento.

6 ferramentas para Twitter e Instagram para auxiliar no gerenciamento

As redes sociais são mídias muito importantes para a divulgação de marcas e empresas e é fundamental saber gerenciá-las. Para facilitar o gerenciamento existem muitas ferramentas e aplicativos, que além da administração também ajudam na produção de conteúdo. Conheça a seguir algumas ferramentas para redes sociais, especialmente ferramentas para Twitter e Instagram.

 

Ferramentas para Instagram

1. Iconosquare

Com a Iconosquare é possível rastrear métricas do Instagram. Podem ser rastreados, por exemplo, o crescimento e a queda na quantidade de seguidores, taxa de engajamento e melhor horário para as postagens. Além disso, a ferramenta mostra os posts que renderam mais likes e comentários.

Pago ou gratuito?

Dá para fazer um teste por duas semanas gratuitamente.

Uma das ferramentas para Twitter e Instagram é a Iconosquare.

Uma das ferramentas para Twitter e Instagram é a Iconosquare.

Veja também: Saiba o que é um site responsivo e 3 motivos para tê-lo 

 

Ferramentas para Twitter e Instagram

2.TweetBinder

Essa ferramenta faz a análise completa de hashtags do Twitter e do Instagram. Dá para saber o alcance potencial, ou melhor, a quantidade de vezes que a hashtag foi vista, entre outros dados.

 

3.Crowdfire

A Crowdfire permite fazer o gerenciamento de seguidores no Twitter e no Instagram. A ferramenta faz a pesquisa de usuários interessantes para a sua página e também pesquisa os usuários dos concorrentes.

É uma ótima ferramenta para fazer esse gerenciamento e conseguir seguidores ativos, que interagem e que podem converter vendas para a empresa.

 

Ferramentas para Twitter

4.RiteTag

A RitTag, assim como a TweetBinder faz a análise de hashtags e permite saber qual a popularidade da hashtag.

Funciona assim: A hashtag é digitada e depois se torna cinza, azul, verde ou vermelho. A hashtag cinza é uma hashtag que não é muito popular. Já a azul é uma hashtag que “pode ser usada”, a verde é uma hashtag “excelente” e a vermelha é uma hashtag que já foi muito usada e que não é interessante usar.

Uma das ferramentas para Twitter e Instagram é a RiteTag.

Uma das ferramentas para Twitter e Instagram é a RiteTag.

5.Tweriod

A Tweriod mostra quais são os melhores horários para fazer publicações no Twitter. A ferramenta coleta as informações dos seguidores do Twitter e mostra quais são os dias e horários que eles mais ficam online. Assim, dá para saber qual é o melhor momento para publicar.

Pago ou gratuito?

A ferramenta é gratuita.

 

6.TagDef

A TagDef basicamente explica as hashtags do Twitter. Ela é usada para explicar hashtags que você não sabe o significado ou que não têm sentido. Basta digitar a hashtag no site que ele mostra o que ela significa e em qual local é mais utilizada.

 

Veja também: A importância do Marketing de relacionamento para as empresas 

 

Com essas ferramentas para Twitter e Instagram fica mais simples fazer o gerenciamento de redes sociais. Você conhece ou usa outras ferramentas para Twitter e Instagram? Conta aí nos comentários.

Com essas ferramentas para Twitter e Instagram fica mais simples fazer o gerenciamento de redes sociais.

Com essas ferramentas para Twitter e Instagram fica mais simples fazer o gerenciamento de redes sociais.

Você pode também contratar um profissional ou agência de marketing digital para fazer o gerenciamento. A Rede Brasil de Marketing Digital faz o gerenciamento de redes sociais, como Twitter, Instagram e Facebook.

Além disso, realiza serviços de criação e otimização em SEO de sites, e-commerces e lojas virtuais, campanhas de e-mail marketing, consultoria em SEO, planejamento de links patrocinados, entre outros serviços.

Para contratar alguns dos serviços da Rede Brasil de marketing Digital é só entrar em contato.


Posted By Category: ArticlesTags: , , Comments: 0
Um site responsivo, flexível ou um layout responsivo, como também é chamado, é um site que se adapta à tela de vários dispositivos.

Saiba o que é um site responsivo e 3 motivos para tê-lo

Segundo uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada em 2017, 63,6% dos lares brasileiros têm acesso à internet. A maioria das pessoas que utilizam a internet usa o smartphone para se conectar (60,3%). Em segundo lugar vem o computador (40,1%), depois vêm os tablets (12,1%) e em último lugar a TV (7,7%).

Com essa diversidade de plataformas, é importante que os sites adaptem o seu design, para tornar a experiência do usuário mais confortável.

 

O que é um site responsivo?

Um site responsivo, flexível ou um layout responsivo, como também é chamado, é um site que se adapta à tela de vários dispositivos, como smartphones, notebooks, desktops, tablets e TVs. Nos sites responsivos, o mesmo conteúdo é disponibilizado para todas as telas, mas com formatação diferente.

Site responsivo - A maioria das pessoas que utilizam a internet usa o smartphone para se conectar (60,3%).

Site responsivo – A maioria das pessoas que utilizam a internet usa o smartphone para se conectar (60,3%).

Diferença entre site responsivo e site mobile

Há uma diferença entre site responsivo e site mobile. Basicamente, um site responsivo possui uma estrutura única de códigos que funcionam em resoluções diferentes. O site responsivo, como já explicado, se adapta a vários tipos de telas.

Já o site mobile é um site criado só para ser aberto em certos dispositivos, como smartphones, por exemplo.

 

Veja também: A importância do marketing de relacionamento para as empresas 

 

Por que eu devo ter um site responsivo?

1. Mecanismos de busca

Até 2013 a responsividade de um site não influenciava no rankeamento dele nos mecanismos de busca do Google. Mas, em 2013, a compatibilidade de um site com a tela dos dispositivos passou a influenciar no rankeamento.

Esse é um dos motivos para ter um site responsivo, pois ele não prejudica o rankeamento no Google, possibilitando que o site seja encontrado por mais usuários.

 

2.Velocidade de carregamento

Os sites que não são responsivos, que possuem uma versão apenas para desktop, por exemplo, demoram para carregar em dispositivos móveis. Já o site responsivo é mais leve e possui um tempo de carregamento mais rápido.

A lentidão do carregamento é uma das piores experiências dos usuários e ao se deparar com ela, a grande maioria deles vai para outro site.

O site responsivo é mais leve e possui um tempo de carregamento mais rápido. 

O site responsivo é mais leve e possui um tempo de carregamento mais rápido.

3. Experiência do usuário

A experiência do usuário é o principal motivo para se ter um site responsivo. Quando, por exemplo, o usuário acessa pelo celular um site na versão para desktop ele precisa dar um zoom para acessar os elementos do site e isso incomoda muito. Além disso, as imagens não ficam em um tamanho ideal e outros elementos como menus e botões ficam sem formatação ideal.

 

Como saber se meu site é responsivo?

Existem algumas ferramentas que informam se o site é responsivo. Uma delas é a Responsive Web Design Checker. Tenha acesso a ela clicando aqui.

Há também uma outra ferramenta, do Google. Tenha acesso clicando aqui.

 

Veja também: Gerenciamento de Redes Sociais  

 

Rede Brasil de Marketing Digital

Agora que você esclareceu as suas dúvidas e conheceu alguns motivos para ter um site responsivo acredito que vai querer um site responsivo para sua empresa ou negócio.

Para tornar o seu site responsivo você pode contratar a Rede Brasil de Marketing Digital. Além desse serviço, a Rede Brasil faz a criação de sites, otimização em SEO, campanhas de e-mail marketing, entre outros serviços. Para contratar, basta entrar em contato.


Posted By Category: ArticlesTags: , Comments: 0